#30 | A pele em que habito

agosto 30, 2017


Sou uma pessoa em construção,
minha pele é frágil, assim como meu coração.
Estou em constante construção.
Sou feita de pedaços,
partes que não conseguem se juntar.
Um emaranhado de confusões e de pensamentos aleatórios.
Eu sinto tudo demais!
Sou impulsiva, esquentada,
às vezes perco a cabeça com besteiras.
Tem dias que estou cheia até a borda
e tem os dias que basta uma única gota para eu me afogar.
Tem dias que sinto vontade de me esconder por um tempo,
de tudo e de todos.
Desligar a dor e apagar as memórias ruins
Há dias em que me perco,
dentro de mim.
o rosto refletido no espelho
não mostra quem sou
sou mais, sou muitas,
em uma só.
Sou várias versões de mim mesma,
estou sempre me reinventando.
mas sou cheia de cicatrizes,
externas e internas,
até a alma.
E se me perguntar qual a pele em que habito
certamente responderei:
A pele em que habito é cheia de marcas,
mas você não consegue ver.



  • Share:

You Might Also Like

0 comentários